quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Review - Jojo Bizarre Adventure


Oh boy, encontrar alguma imagem que faça jus a grandeza do mangá de JoJo é complicado.
Espero que minha review possa falar por si só.

Jojo's Bizarre Adventure, também conhecida como Jojo no Kimyō na Bōken é um mangá escrito e ilustrado pelo mestre Hiroriko Araki.

Mas por quê "Mestre" Hiroriko Araki?

Atualmente JoJo é o segundo mangá mais longo ainda sendo publicado na Weekly Shounen Jump, tendo iniciado em 1987 e sem data de término ainda. Ou seja, a história da interminável batalha da família Joestar contra o vampiro Dio Brando e seu legado de terror, já dura 26 anos!

O mangá conta com dois OVA's e uma adaptação para anime (que estreou dia 06/10/12), abrangendo as duas primeiras partes do mangá de maneira fiel. Bom, o foco aqui é o mangá, então vamos pular as animações dessa vez.

A história do mangá é dividida atualmente em oito partes, cada uma com seu próprio "JoJo" e seu antagonista direta ou indiretamente ligado com o vilão principal da história, Dio Brando.

Part I: Phantom Blood
Protagonizada pelo nobre Jonathan Joestar, narra o início da "treta" entre a família Joestar e o vampiro Dio Brando.
Antagonista Principal: Dio Brando

Part II: Battle Tendency
Protagonizada pelo carismático Joseph Joestar (neto de Jonathan Joestar), narra as origens de alguns fatos citados da parte anterior, bem como a introdução de novos inimigos ligados indiretamente a Dio Brando.
Antagonista Principal: Kars

Part III: Stardust Crusaders
Uma das partes mais conhecidas da série, tendo adaptações para o videogame e dois OVA's. 
Protagonizada por Jotaru Kujo (neto de Joseph Joestar), marca o início de um novo conceito na história: os Stands.
Antagonista Principal: Dio Brando

Part IV: Diamond Is Unbreakable
Protagonizada pelo astuto Josuke Higashikata (filho bastardo de Joseph Joestar), narra as desventuras de Josuke, enquanto sua pequena cidade no interior do Japão se torna palco para diversos crimes em série e outros diversos acontecimentos bizarros. 
Antagonista Principal: Yoshikage kira

Part V: Vento Aureo
Protagonizado pelo estiloso Giorno Giovanna (filho de Dio Brando), narra o caminho tortuoso o qual o jovem precisa percorrer para tornar-se um "Gangstar" (gangster + star) na máfia italiana.
Antagonista Principal: Diavolo

Part VI: Stone Ocean
Protagonizado pela bela e ingênua Jolyne Kujo (filha de Jotaro Kujo), narra as desventuras da jovem presa injustamente por um crime que não cometeu e sentenciada a quinze anos na prisão de Green Dolphin Street.
Antagonista Principal: Enrico Pucci

Part VII: Steel Ball Run
Protagonizado por Johnny Joestar (*spoiler*), narra sua participação em uma corrida mortal cruzando os Estados Unidos por um prêmio de cinquenta milhões de dólares.
Antagonista Principal: Funny Valentine

Part VIII: JoJolion
(Em publicação)


JoJo é considerado uma obra-prima por diversos fatores:

- A arte do autor: Constantemente melhorando, tornando seus personagens mais realistas com o passar dos anos. 

- O "plot" dos arcos do mangá: São incríveis! Embora alguns clichês sejam inevitáveis, o mangá de JoJo consegue se renovar a cada nova parte, trazendo uma nova história muitas vezes diretamente ligada com as histórias anteriores. Ou seja, não é algo solto ou sem nexo, são 26 anos de uma história que nunca termina, apenas se renova.

- Referências musicais: Araki é conhecido pelo uso de músicas, bandas, artistas e álbuns que aprecia em seu trabalho. Temos notáveis exemplos, como os vilões da Part II: Kars (banda The Cars), AC/DC (óbvio) e Wham (banda Wham!)

- Estilo extravagante: Uma das marcas registradas do autor é seus personagens extravagantes. Roupas e poses de batalha são um atrativo por si só na série. (observem a capa da review, por exemplo)

Enfim, JoJo's Bizarre Adventure é um mangá gigantesco, garantindo sorrisos e lágrimas em diversas ocasiões por MUITO tempo.

Altamente recomendado para apreciadores de um bom shounen, com traços de drama e pitadas de sobrenatural. 

Reiew por ßCoolidge

0 comentários:

Postar um comentário